Natal

DSC01903.JPG

Família. Para mim é esse o sinónimo de Natal. É isso que o Natal significa e é por isso que adoro o Natal.

Desde pequena que me lembro de adorar o Natal, como quase todos os miúdos, mas desde muito cedo que me lembro de a melhor parte ser mesmo ter a família toda reunida. Sim, é óbvio que adorava os presentes, as bonecas, os jogos, os livros, claro que sim. Mas até cerca dos meus 15 anos, quando aconteceu uma série de eventos traumáticos, a minha família não era propriamente unida, pelo contrário. A verdade é que apenas estávamos todos juntos no Natal. Penso que algures entre os meus 12 e 15 anos nos juntávamos também no aniversário da minha avó e na passagem de ano, e essas eram ocasiões igualmente felizes, mas de resto não nos víamos muito.

Hoje em dia as coisas mudaram e estamos juntos (a parte da família que importa) muitas mais vezes, mas o Natal continua a ser o Natal, continua a ser especial, provavelmente porque está para mim associado àqueles momentos raros em que estávamos todos juntos quando eu era criança. O Natal e todo o ambiente que se faz sentir à volta dele trás-me uma certa paz de espírito, uma tranquilidade, uma sensação de conforto. Não há nada igual a chegar a casa dos meus tios na véspera de Natal a meio da tarde, sentir aquele quentinho que só se sente quando está muita gente na mesma casa, estarmos praticamente todos na cozinha a ajudar a acabar o jantar ou somente a conversar. As brincadeiras à volta da pilha de prendas que se vai formando junto à árvore de Natal, “acho que este ano temos mais presentes do que no ano passado”, a televisão a passar as notícias que são sempre iguais de ano para ano, “quem é que não come bacalhau?” (eu não como!), a cama do quarto de hóspedes com milhares de sobremesas em cima porque não cabem em mais lado nenhum e nós todos a ajudar a traze-las para a mesa quando chega a hora de as comer. E depois as prendas, porque sim, Natal também é prendas, mais porque nos divertimos a abri-las e gostamos de ver no rosto dos outros que gostaram daquilo que lhe demos. E nunca esperamos pela meia noite, é logo a segui ao jantar e na melhor das hipóteses, às 9 e meia já estamos a abrir as prendas. E abre-se uma de cada vez, os miúdos distribuem, os papéis e as fitas vão para de baixo do sofá, eu e o meu tio tiramos fotografias, “agora dá aquela”, “não, dá antes aquela”, “esta não tem nome, fica para o fim”. E no fim os papeis vão todos para dentro de sacos (para reciclar!), cada um guarda o seu monte, come-se uma fatia de pão de ló com queijo da serra e bebe-se um chá, ajuda-se os miúdos a tirar os brinquedos das caixas, “caraças, eles cada vez embalam isto melhor”, “onde está a tesoura?”, “temos pilhas? Alguém se lembrou de comprar pilhas?”, “eu tenho ali umas 50!”

E depois, vamos para casa dormir, e no dia a seguir voltamos e é igualmente bom. Estamos todos cansados mas felizes, eu normalmente tenho uma pilha de livros nova para ler que começo a atacar de imediato. Almoçamos, trazemos novamente as sobremesas todas do quarto de hóspedes, e passamos a tarde entre jogos de tabuleiro, livros, brincadeiras com os miúdos, sestas, e mais pão de ló com queijo da serra e chá.

E eu adoro isto tudo. Adoro montar a árvore de Natal (foi ontem!) e chegar a casa ao final do dia e ligar as luzes. Adoro ir às compras e pensar no que mais deixará aquela pessoa feliz. Adoro os jantares/almoços de Natal com os amigos e preparar sempre uma sobremesa para levar. Adoro as luzes de Natal na cidade – nas cidades, a minha e aquela onde vivo, que também já é um bocadinho minha. Adoro o Natal.

dsc01900

dsc01902

dsc01904

dsc01910

dsc01908

dsc01905

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s